INTENSA IDADE

As idades são como espinhos
pequenos ciclos que nos mostram
diferentes visões de um mesmo caminho!
Como se apenas mudassem as janelas
por onde espreitamos,
mas fossem os mesmos momentos
os visitados, bem como os olhares
a visitá-los.
Quando as mãos se reencontraram
o tempo, ficara gravado
por entre os dedos,
sonhos que se não fizeram,
sequer se ponderaram
a pulsar de intensidade,
como se chorar, assim, sem vergonhas
oferecesse amanhã
um outra vez para fazer tudo bem,
ou talvez aprender mais um pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *