DIÁRIOS

Ouvi os mesmos
pensamentos, até
descobrir que os podia
esconder! Por vezes
o que é simples parece
fazer de uma gargalhada
um breve momento
de descanso e sol
ao fim da tarde, como uma
promessa enviesada!

Fugi do folgar, dos jogos
e dos novos
pontos gravados no mapa,
julguei que ouvia
as tuas memórias
a meio da noite
fui assaltar o meu
colo, as aves estavam
perdidas no horizonte.

Só um odor a passado
a despertar-me
do teu diário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *