PROMESSAS

Eu sei que tudo aquilo
que te prometi
não está escrito
em parte alguma.

Mas,
diz-me agora,
quando eu acordar
amanhã,
irás lá estar?

As promessas são quebradas,
por isso mesmo são promessas.
E tudo o que eu disser
no fim vou ter de ouvir.
Como o pano que desce
sem a peça ter começado,
eu fico sem aplausos…
Ao sabor da tua vontade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *