CÚMPLICE INVENTADO

O caminho é este,
o que te mostram…
oferece as vozes que te rodeiam,
os presentes que se dão
na tarde amena,
e recorda cada olhar que te visitou…
Por seres assim, desenha-te
e redescobre cada novo toque.
Não há nos outros
nos insensíveis que se acotovelam
pois é neles que se inventa
e as formas ganham cúmplices
nos dedos livres…
o espaço feito refugio
em cada passo que te ocorreu
e não voltará a ser distância…
aqueles que te procuram
não sabem pelo nome
os olhos que te conhecem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Instagram